fbpx

Cendi


Instituição executora: Frente Popular Tierra y Libertad

País: Mexico

Fonte: OECD

Período de execução: 1990 - en curso

Plataforma de Prácticas Efectivas:
Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/orgsummaedu/public_html/wp-content/themes/summa/single-mapa.php on line 348

Desafios

Assegurar um processo educacional de qualidade que garantisse o desenvolvimento pleno das potencialidades e qualidades biofísicas, sociais e emocionais das crianças

Solução

Uma rede de 14 centros educacionais públicos que oferecem uma pedagogia integral para a primeira infância.

Resultados

O modelo permite reforçar a personalidade e o caráter dos alunos, como seu desenvolvimento sócio emocional e técnico.

Centros de Desenvolvimento Infantil de Frente Popular Terra e Liberdade (CENDI), é uma rede de centros educacionais públicos que oferecem uma pedagogia integral para a primeira infância. Os primeiros centros foram fundados no ano de 1990 por iniciativa da Frente Popular “Terra e Liberdade” para responder a demanda da população desfavorecida da zona urbana de Monterrey. No ano de 1994, estes centros foram incorporados à Secretaria de Educação Pública até o ano de 2010, que por um acordo administrativo, se integra ao esquema estatal de educação pública.
Diferentes órgãos estatais estão envolvidos até o dia de hoje no funcionamento dos centros, entre os quais se destacam o Instituto Mexicano de Segurança Social, o Ministério da Saúde e a municipalidade de Monterrey. O modelo educacional dos CENDI se baseia no envolvimento das famílias no processo de aprendizagem. As crianças são incentivadas a interagir com suas famílias para que possam co-construir seus conhecimentos. Nesse sentido, se destacam as visitas que os alunos devem fazer aos seus avós 3 horas por semana. Durante estas visitas, discutem com eles sobre a “história familiar” e, depois de cada sessão, os alunos devem contar e comentar sua história.
Existem também um grande esforço em acomodar o espaço porque o ponto de partida dos CENDI se baseia em como a organização das infraestruturas e seu aspecto geral influenciam no comportamento humano. A aprendizagem é dividida em dois componentes complementares: i) cursos tradicionais de matemática e leitura; ii) atividades desportivas, artes, música, gerenciamento computacional e yoga. São adicionados a esses atividades “extracurriculares” que incluem um programa de educação para os país em termos de saúde, desenvolvimento pessoal e terapia; um programa que se chama “aprender juntos”, que envolve tanto as crianças como seus pais sob a supervisão de psicólogos, nutricionistas e assistentes sociais; um programa de acompanhamento pré-natal (nutrição, saúde, treinamento para o parto); e um programa nutricional dirigido às crianças com menos de 6 anos de idade.

No México, as crianças com menos de 6 anos de idade representam cerca de 10% da população. Embora seja verdade que os níveis sociais se elevaram desde o ano de 1990, a população infantil ainda sofre de muitas carências: 28% não contam com rendas familiares suficientes para cobrir suas necessidades básicas e 62% se encontravam em situação de pobreza patrimonial (Censo, 2010). Apenas 38% dos recém-nascidos foram alimentados com leite materno exclusivamente durante a primeira hora de vida e apenas14% receberam exclusivamente leite materno até os 6 meses, constituindo a taxa mais baixa em toda a América Latina. Esses números têm um forte impacto sobre a escolaridade das crianças, considerando, por exemplo, que a participação líquida no nível pré-primário baixou em 14 pontos percentuais entre 2014 e 2015.

Em 2011, o Instituto de Avaliação Educacional de Nueva León avaliou de forma independente o funcionamento do CENDI n.4 “Genaro Vásquez”. A investigação incluiu uma rodada de entrevistas em profundidade com pais, professores e com o diretor geral, assim como observação direta, focus groups com pais e alunos. A análise qualitativa dos resultados revelou um efeito positivo do modelo sobre o comportamento pró-social das crianças, que aumentaram sua capacidade de colaborar e participar das atividades. Os componentes adicionais, tais como a inclusão de famílias e os programas de saúde e de nutrição, permitem sustentar os progressos mencionados. Por isso, tanto os docentes como os pais reconhecem que o programa contribui para resolver problemas de personalidade que os jovens enfrentam durante a adolescência.

Enlace: http://www.cendinl.edu.mx/

Resumo: Ver informe

Documentos adicionais:

Tags:

Otros usuarios han visto

Vistas recientes