Projeto pioneiro em cinco liceus técnico-profissionais (TP) de Arica busca fortalecer capacidades docentes e melhorar a qualidade de aprendizagem de mais de mil estudantes e 200 professores

maio 24, 2019 | noticias

Compartir

ARICA. A Fundación Luksic e o SUMMA assinam um convênio para realizar o projeto Chaka, que trabalhará com cinco escolas técnicas profissionais (TP) de Arica para melhorar as capacidades docentes e a qualidade das aprendizagens de mais de mil estudantes e 100 professores.

Sobre o desafio do Chaka em Arica, o diretor do SUMMA, Javier González, afirma que «a educação TP concentra quase a metade das matrículas de educação secundária e superior, e é um segmento que apresenta vários nós críticos associados à vulnerabilidade, qualidade e pertinência da educação que é transmitida. Para nós é de grande valor levar adiante esta implementação de longo prazo e estamos seguros de que pode significar uma contribuição concreta ao processo educacional dos estudantes e a sua formação em habilidades para enfrentar da melhor maneira suas trajetórias laborais.»

Para o diretor de Projetos da Fundación Luksic, José Gutiérrez «esta iniciativa reúne as quatro dimensões com as que abordamos os projetos educacionais e que apontam a melhorar a qualidade da aprendizagem, gerar maior igualdade, contribuir para melhorar o ambiente escolar para favorecer a aprendizagem e o desenvolvimento integral dos estudantes e contribuir para que a oferta de educação dos estabelecimentos seja uma contribuição concreta para a trajetória educacional ou laboral dos estudantes graduados.»

O projeto Chaka foi concebido de maneira conjunta com o SUMMA e a Fundación Luksic, e implicará em um trabalho direto e permanente durante 5 anos com os diretores, docentes e estudantes dos estabelecimentos. Trata-se de uma iniciativa pioneira na América Latina, com uma metodologia de trabalho em rede dentro dos estabelecimentos e também entre as 5 escolas que fazem parte do Chaka. Durante este período se buscará melhorar de forma significativa as aprendizagens dos estudantes, reduzir lacunas e facilitar a aquisição de habilidades socioemocionais e do século XXI, mediante o fortalecimento de capacidades dos docentes. Além disso, se trabalhará na incorporação de estratégias e práticas custo-efetivas de ensino-aprendizagem, como aprendizagem colaborativa e retroalimentação formativa.

O Chaka é um projeto cujo investimento total é de 4 milhões de dólares. Esta experiência inovadora irá gerar evidência valiosa, a partir da qual espera-se criar um modelo para ser implementado em escala latino-americana.

Os estabelecimentos educacionais beneficiados com esta intervenção participam de maneira voluntária e foram selecionados em função de seus resultados e índice de vulnerabilidade, que supera os 95%. Estes estabelecimentos são: Colegio Miramar, Colegio Leonardo da Vinci, Colegio Tecnológico don Bosco de Arica, Liceo Agrícola José Abelardo Núñez e Liceo Agrícola Padre Francisco Napolitano.

 

Parceiros estratégicos

Loading...

Pin It on Pinterest